Guia simples para Santana dos Montes

Santana dos Montes é um município do estado de Minas Gerais. 

A cidade está situada a  130 Km de Belo Horizonte, pela BR-040 (BH - Rio de Janeiro), com asfalto até a porta.

Eu escolhi começar por essa Santana a série de posts aqui no blog do Viajando com Toledo, por um motivo muito especial que eu vou revelar para vocês daqui a pouco.

E é importante contar para você que até 1948, a cidade teve várias denominações, inclusive Morro do Chapéu (a seguir eu explico o porquê deste nome).

Em 1840 o povoado foi promovido a distrito e pertencia a Conselheiro Lafaiete, nessa época.

Santana dos Montes se emancipou em 30 de dezembro de 1962. 

E passou a ter o distrito de Joselândia associado ao seu território.

A cidade de Santana dos Montes/MG

Continuando, a história de Santana dos Montes. Ela começa no decorrer do século XVIII em uma expedição portuguesa, que estava localizada em Itaverava.

Como qualquer outra exploração em Minas Gerais daquela época, a busca era por ouro e pedras preciosas.

Nessa expedição um dos primeiros povoadores Antônio Quirino, se instalou e criou a “Fazenda Velha” que ficava às margens do ribeirão Fonte Limpa. 

O cultivo agrícola iniciado por Quirino, e a fertilidade da terra, provocou a vinda de pessoas formando um aglomerado

Com a chegada dos colonos, surgiu também a igreja em homenagem à Senhora de Santana, que em seu interior tem obras do mestre Ataíde.

Foi nessa época que também surgiu o primeiro casarão, que hoje é conhecido como a fazenda da Posse de Aristides de Araújo Teixeira.

As atividades agrícolas e a criação de gado foram grandes responsáveis pela evolução da localidade junto com a produção de carvão vegetal.

Em 1840, com a criação do distrito de Santana do Morro do Chapéu, ficou confirmado que os moradores criaram algo maior.

Mais tarde, a cidade mudou de nome e passou a se chamar Catuá.

Em 1948, o nome foi trocado para Santana dos Montes. O nome é por causa da devoção da população à Senhora de Santana, padroeira da comunidade.

Uma curiosidade sobre a cidade e alguns municípios ao redor, é que juntos eles formam uma cadeia que lembra a imagem de um chápeu.

Cachoeiras em Santana dos Montes/MG

A história de Santana dos Montes está também muito ligada aos seus bens naturais e não podemos falar sobre essa Santana sem falar das cachoeiras.

É sempre uma ótima opção buscar opções alternativas em meio a natureza para relaxar.

Por isso eu separei uma lista especial com algumas opções de cachoeiras para você poder curtir as suas férias ao ar livre.

Eu garanto que você vai se surpreender!

  • Cachoeira do Santinho

  • Cachoeira do Torno

  • Corredeiras do Piranga

E você sabia quais os benefícios de um banho de cachoeira.

Quando pensamos em viajar de férias, queremos reduzir o estresse. Você sabia que o choque do corpo com a água fria da cachoeira acalma.

E não é só isso. As águas que passam pelas montanhas e são filtradas pelas pedras, oferecem ao corpo vigor e diminui a falta de ânimo e cansaço.

E não para por aí, as águas de uma cachoeira incentiva a circulação fazendo o corpo bombear o sangue com mais eficiência.

Foi por esses motivos que eu indiquei essas opções de turismo na natureza para vocês.

 

O que fazer em Santana dos Montes?

Assim como os bens naturais, Santana dos Montes oferece aos seus visitantes um roteiro turístico com cultura, história e diversão.

Caatinga

De Santana em direção ao município de Cristiano Otoni ( MG-405), na altura do km 9. 

Às margens da estrada existe um conjunto de quedas no Ribeirão Papagaio. 

Possui duas piscinas naturais com médio volume d’água. Mata nativa, sendo a cachoeira a porta de entrada da Mata Do Papagaio.

 

Fazenda da Pedra

A Fazenda da Pedra está localizada exatamente na divisa dos municípios de Santana e Cristiano Otoni, possuindo parte de sua propriedade em um e outro município.

Foi construída pelos escravos, sobre uma base única formada por uma grande pedra (daí seu nome). 

Possui ainda a senzala e antiguidades bem como o tronco onde eram açoitados os escravos. 

Um dos últimos remanescentes da arquitetura bandeirista.

 

Fazenda da Posse

Na altura do km 3 da MG – 405, a fazenda está a 1,5 km do leito da rodovia. 

Primeira fazenda tombada pelo Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico 

(IEPHA ) em 1975 no estado, devido às suas características arquitetônicas únicas.

 Ela é datada de 1790.

 

Fazenda do Antônio Quirino

Localizada no centro urbano da cidade é uma típica fazenda de engenho do século XVIII.

É considerada a primeira residência da cidade, em torno da qual a cidade se desenvolveu. Modelo de bem restaurado, está em processo de tombamento. 

 

Possui mobiliário original e antiguidades, bem como a antiga senzala.

Fazenda do Santinho

Localizada na região do Santinho. 

Possui mobiliário de época, pátio calçado em pedras, de onde se avista a cachoeira do Santinho. 

Datada do século XVIII, está em processo de tombamento.

 

Fazenda Fonte Limpa

Localizada às margens da MG – 405, a 3 km do centro do município.

Datada de 1750, ainda possui a senzala, mobiliário de época, engenho e é cercada por mureta de pedras feita pelos escravos e benfeitorias setecentistas. 

Primeiro hotel fazenda da região, é circundada pelo córrego Fonte Limpa. Tombada pelo decreto estadual de 1998 (IEPHA).

 

Igreja de Santana

Construída em 1749, quando o lugar ainda se chamava Morro do Chapéu. 

Suas portas e janelas ainda são originais. 

Tem obras do mestre Ataíde.

 

Porque Santana dos Montes mudou a minha vida

Entre as Santanas que marcaram minha vida gostaria de dividir com vocês tudo de bom que vive em Santana dos Montes. 

Há uns 15 anos, guiado pelo meu amigo Augusto Luzardo, conheci esta cidade.

Esta cidadezinha parece um presépio, com uma pracinha histórica e a Igreja histórica linda ao fundo. 

Árvores e flores ornamentam este cenário centenário, que ainda tem uma curiosidade.

Dona Cristina, professora aposentada, reside em um casarão na praça e ela tem a missão de todo dia, à meia noite, apagar a luz deste espaço público. 

Coisas de Minas, gente do bem, tradicional, que fica de olho e, na hora que o movimento diminui, ela encerra o expediente da praça. 

E olha que, se não houver movimento, ela apaga mais cedo. Uma mulher culta que passamos horas conversando.

Além destas ótimas peculiaridades, Santana dos Montes tem algumas cachoeiras e a maior concentração de hotéis fazendas históricas de Minas Gerais. 

São várias opções pra você se hospedar na história de Minas, com muito conforto. 

Todos os estabelecimentos foram rigorosamente restaurados, respeitando seu tempo, mas agregando conforto e até um pouco de luxo. 

Recomendo a todos conhecerem esta Santana tão especial em nosso turismo.

 

Criando em: 19/04/2021